www.goionews.com.br



Adolescente foi morto porque era filho de policial militar
11/01/2017

                O delegado Fernando Ernandes Martins, responsável pelo inquérito policial que investiga a morte do estudante Guilherme Sela, 16 anos, não tem dúvida que o jovem foi apenas assassinado porque os suspeitos identificaram que ele era filho de um policial militar.

                “Foi um roubo que acabou se transformando em um latrocínio após a vítima ser identificado como filho de policial”, disse o delegado em entrevista ao Portal da Cidade Umuarama.

                O adolescente estava sozinho em casa quando foi rendido por três assaltantes que invadiram a residência por volta das 19h da última quarta-feira (4). Os criminosos sequestraram o jovem com o carro da família e o levaram para um frigorífico desativado na PR-323, onde ele foi torturado e morto com requintes de crueldade. Na fuga após o assassinato, com o carro modelo Corolla, os homens se envolveram em um acidente com outro carro por volta das 20h.

                Dentro do automóvel que foi abandonado estavam os objetos da família e muita munição calibre ponto 40. Um cerco policial com as forças de segurança de Umuarama foi realizado para prender os três suspeitos. Um suspeito identificado como Mateus Costa Gonçalves, de 19 anos, foi preso em flagrante e Artur Vinícius Ribeiro Soares, 18 anos e Hugo Fernando Bahia Mussio, 18 anos, foram mortos na manhã de quinta-feira (5) durante confronto com a Polícia Militar. (Portal Umuarama).



Copyright © 2004 - 2017 GoioNews.