www.goionews.com.br



Autor de homicídio na Lanchonete Aeroporto pega 14 anos de prisão
14/04/2018

                                    Moacir Luiz Tavares, 55, foi julgado na sexta-feira, 13, pelo Tribunal do Júri da Comarca de Goioerê e condenado a 14 anos de prisão pela morte de Luiz Marcelo Schempk, 40, ocorrida na Lanchonete Aeroporto, localizada na entrada da zona do meretrício de Goioerê, no dia 22 de março de 2017.

                                  A defesa foi realizada pelo advogado Luciano Gaioski, de Umuarama, que defendeu a tese de legítima defesa, alegando que a vítima estava armada. A promotora de justiça Natasha Scafi Vasconelos pediu a condenação do réu por homicídio qualificado, por motivo fútil, uma vez que a reação teria sido provocada pelo fato de a vítima ter passado com seu veículo na estrada e feito poeira na lanchonete.
                                  Os jurados entenderam que houve o homicídio qualificado e o juiz Christian Palharini Martins aplicou a pena de 14 anos de prisão. O réu é reincidente no crime de homicídio.
Moacir também foi condenado a um ano e dois meses de detenção por porte de arma de fogo de uso permitido, pena a ser cumprida no regime semiaberto, após o cumprimento da pena principal.

 

 

 



Copyright © 2004 - 2018 GoioNews.