GoioNEWS - O Jornal Eletrônico de Goioerê e Região

Quarta, 20 de Setembro de 2017
  • :
  • :

FRUTAS VERMELHAS

12/08/2017

Estudo gigantesco revela que uma porção semanal freia o envelhecimento do cérebro e preserva a memória. Morango, framboesa, amora... Uma única porção delas por semana garante um cérebro mais protegido contra as adversidades que podem pintar com o passar dos anos, como os apagões na memória.
Nas próximas cinco décadas, a mulher brasileira ganhará, em média, seis anos em sua expectativa de vida. Já os homens terão a mais entre seis e sete anos de existência.

ALERTA VERMELHO!
Acompanhe o que costuma ocorrer no cérebro com o passar da idade, resultando em perdas cognitivas:

1 - ENCOLHIMENTO NATURAL
Durante o envelhecimento, certas estruturas cerebrais diminuem de tamanho. Caso do tálamo, que controla a visão e a audição, e do hipocampo, responsável pela memória de curto e médio prazo.

2 - CIRCULAÇÃO TRAVADA
É comum que partículas de gordura se depositem nos pequenos vasos sanguíneos que irrigam as áreas mais profundas do cérebro. Consequência: os neurônios deixam de receber nutrientes.

3 - COMUNICAÇÃO ABALADA
Ainda há a possibilidade de as chamadas placas beta-amiloides se depositarem ao redor dos neurônios, destruindo as sinapses e a comunicação entre eles. O processo, característico do Alzheimer, leva essas células à morte.

4 - A INVESTIDA DOS RADICAIS LIVRES
Essas moléculas instáveis alteram a membrana dos neurônios. O efeito é cumulativo, daí a gente se ressentir com a idade. Nessas células, os radicais afetam o DNA prejudicando suas funções.

SE AS FRUTAS VERMELHAS ENTRAM EM AÇÃO...
Não faltam hipóteses para explicar os benefícios de seus flavonoides ao cérebro.

1 - TRÁFEGO LIBERADO
Após ultrapassar a barreira hematoencefálica, que resguarda a massa cinzenta, os flavonoides atuam no interior dos vasos sanguíneos. Eles ajudam a desobstruí-los, melhorando o fluxo de sangue aos neurônios.

2 - COMBATE AOS ADVERSÁRIOS
Lembra-se dos radicais livres? Pois os flavonoides das frutas vermelhas e roxas, por serem antioxidantes, anulam essas moléculas, deixando as células nervosas mais íntegras.

3 - MAIS NEURÔNIOS NA CACHOLA
Em trabalho recente, pesquisadores ingleses supõem que, ao facilitar o fluxo sanguíneo, os flavonoides incentivariam a neurogênese, isto é, a formação de novos neurônios.

UM GRUPO HETEROGÊNEO...
As frutas vermelhas não oferecem apenas flavonoides. Elas têm mais, muito mais...

1 - MORANGO
Ela dá show em vitamina C. Pena que é um dos maiores redutos de agrotóxicos. Quer driblá-los? Se tiver paciência, deixe a fruta de molho e retire a pele. Aproveitar sua época de colheita (o inverno) é uma boa, já que recebe menos defensivos agrícolas. Outra eventual saída é comprar a versão orgânica.

2 - MIRTILO
A cor quase azulada indica que, além da antocianina, ali tem um carotenoide chamado luteína, que também entra na briga contra os radicais livres. Se não encontrar a fruta in natura, aposte sem medo na congelada.

3 - GROSELHA
Reúne potássio, fibras e vitaminas A e C. Ao natural, é um tanto ácida. Por aqui, costuma ser consumida em forma de doces e xarope, que têm pouca fruta e muito açúcar. No Brasil, melhor maneirar nessa opção.

4 - AMORA
Ela esbanja vitamina E e fibras. Tem mais um ponto positivo: carrega ácido elágico, que tem propriedade antimutagênica, ou seja, inibe o aparecimento de tumores.

5 - FRAMBOESA
Também possui o bem-vindo ácido elágico. Se quiser provar sua geleia, facilmente encontrada nas gôndolas dos supermercados, prefira aquelas que listam a fruta como o primeiríssimo de seus ingredientes.

6 - CRANBERRY
Ganhou fama devido à capacidade de evitar a infecção urinária, a substância responsável pelo feito é a proantocianidina. Há chás e sucos com a fruta. A polpa congelada é outra boa pedida.

PARECE MAS NÃO É...
Algumas frutas, apesar de não serem berries, também são um poço de substâncias benéficas, como as antocianinas.

1 - JABUTICABA
O segredo para aproveitar os nutrientes parceiros da cuca é não descartar a casca. A fruta ainda está entre as melhores fontes de elagitaninos, uma classe de taninos derivados do ácido elágico, elemento que trabalha contra o câncer.

2 - UVA
As bem roxinhas são belas fontes de antocianinas. Em um estudo americano publicado noBritish Journal of Nutrition, o suco feito com a uva melhorou a memória de adultos com comprometimento cognitivo. Se preferir comer a fruta, mande a casca goela abaixo.

3 - ROMÃ
Não precisa ficar só nas sementes, não. Sua casca tem um potencial antioxidante 85 vezes maior do que a polpa, diz um trabalho da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo. Triture essa parte e use a farinha obtida em saladas e iogurtes.

NO FRIO E NO CALOR...
Consumir as frutas vermelhas in natura é a melhor maneira de tirar proveito dos seus aclamados flavonoides. "A refrigeração provoca perdas discretas dessas substâncias, enquanto o congelamento leva a reduções um pouco maiores", conta a nutricionista Selma Dovichi, da UFTM. "Já o cozimento resulta em perdas bem mais expressivas", completa. Por isso, se não houver a possibilidade de degustar a versão fresca, a congelada é melhor do que nada.

 



Leia Também



Enviar por email

Envie FRUTAS VERMELHAS
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GoioNews.
Copyright © 2004 - 2020 GoioNews.